Gui Ribeiro
28.06

mirandacosgrove.com.br

O site On The Box divulgou hoje (28), uma entrevista com Miranda Cosgrove sobre Despicable Me 2. Miranda conta curiosidades do filme e sua personagem Margo. Além disso, relata estar feliz com o desempenho de sua amiga e ex colega de trabalho, Jennette McCurdy, em Sam & Cat. 

 

Confira a matéria traduzida abaixo:

 

Hoje muitos já puderam assistir ao lançamento de Despicable Me 2, a sequência  da bem sucedida comédia de animação de 2010, estrelado por Steve Carrell como a voz de Gru, um super vilão cômico que acaba por adotar três órfãs, enquanto ainda tenta encontrar tempo para controlar as travessuras de seus Minions, pequenas criaturas amarelas com um poder de causar maldade e caos onde quer que estejam. A sequência tem os ingredientes de uma franquia com grande potencial para a Universal, que visa  manter-se como outras grandes empresas de animação em Hollywood.

Uma estrela ligada a esse filme é a atriz de TV norte americana Miranda Cosgrove, que já tem em seu currículo em shows como Drake & Josh e iCarly, assim como sua estreia nos cinemas no famoso musical de comédia  de Jack Black “Escola de Rock” em 2003. E o On The Box conseguiu alguns minutos com a jovem estrela para falar sobre seu novo filme, bem como o seus projetos para o futuro.

 

 

O que podemos notar daqui pra frente em Despicable Me 2?

 

É, realmente tudo começa onde o primeiro filme parou, e você pode dizer, que no início do filme eles são mais uma família. Gru praticamente desistiu de ser um vilão e tornou-se um pai, mas no meio do filme, ele percebe que ele sente falta disso. Meu personagem Margo tem que tentar fazer Gru perceber o quanto ser pai significa para ele, assim como as crianças que ele adotou.

 

Esta história tem uma temática espiã mais aguçada que no primeiro filme, você gosta disso?

 

Sim. Eu gosto dos filmes de James Bond e os temas que acompanham o gênero de espionagem. Eu gostei muito dos aparelhos usados ​​no filme também como  o carro de Kristen Wig, que pode ir debaixo d’água… coisas assim.

 

Com Despicable Me sendo animação, praticamente toda a atuação vem do lado vocal das coisas. Como você descobriu isso?

 

Para várias cenas, eles colocam o áudio já gravado nos personagens, assim temos um tempo maior para jogar fora. Mas todos são gravados individualmente. Você está sozinho na cabine, com os diretores em algum lugar explicando-lhe o que está acontecendo na cena, e dando-lhe opções para melhorar, bem como fazer a cena de várias maneiras diferentes. Eles são os principais que ajudam quando você está na cabine.

 

Com a animação feita, você passou algum tempo com o elenco durante as cenas?

 

Nós geralmente saímos com a maioria do elenco depois que terminamos. Eu sei que Steve Carell  é o melhor, porque eu fiz publicidade para o primeiro filme com ele, e ele  é definitivamente uma das coisas mais legais sobre o filme porque ele é muito divertido, muito bom  sair com ele. Eu estou começando a conhecê-lo mais com este filme também.

 

Este é o segundo filme da franquia Despicable Me. Você imagina tendo uma continuação?

 

Eu acho que eles fizeram um trabalho muito bom com esse filme, por ter um novo enredo introduzindo novos personagens para a história, e eu acho que poderia chegar à um terceiro filme, e eu estaria a bordo. Seria divertido ser a Margo mais velha com 16 anos. Olhando para o primeiro filme, ele realmente surpreendeu a todos. Fiquei surpresa com a resposta que obtive do público, por isso espero que as pessoas continuem gostando desse novo filme.

 

O que está acontecendo com Margo neste filme? Qual é a sua história?

 

Ela tem a sua própria pequena história. Ela tem seu interesse amoroso no filme e ela está passando por tudo isso, pela primeira vez, mas Gru realmente não confia no cara que ela gosta, e em geral os pais não gostam de um de seus próprios filhos gostarem de caras pela primeira vez. Muitas dessas cenas são menores em todo o filme, mas eles estão lá.

 

Como uma jovem atriz, que é algo que você pode se relacionar, a ideia de se apaixonar pela primeira vez?

 

Sim, isso me lembra o primeiro cara que eu sempre gostei na escola, o que me faz pensar sobre os sentimentos que você tem quando realmente gosta de alguém pela primeira vez.

 

Você ganhou enorme popularidade com programas como Drake & Josh, bem como iCarly, então você deve saber sobre o novo spin-off de estrear nos Estados Unidos “Sam & Cat”, estrelado por sua ex co-estrela Jennette McCurdy. Quais são seus pensamentos sobre o show?

 

Bem Jennette é uma das minhas melhores amigas na vida real, e nós praticamente crescemos juntas fazendo iCarly, por isso estou feliz por ela conseguir seu próprio show. Na verdade, eu assisti o primeiro episódio nos Estados Unidos, e é engraçado, então eu estou realmente feliz por ela.

 

O que está vindo para você agora? Nada no horizonte após Despicable Me 2?

 

Na verdade, eu terminei meu primeiro ano na USC [University of Southern California] em LA, então eu estou de férias agora e eu voltar ainda este ano. Eu gosto muito de lá, e é uma experiência diferente da educação em casa. Eu gosto de começar a ir para as aulas regulares, observando a equipe de futebol da faculdade e coisas assim.

 

Minha pergunta final seria: De todos os papéis que você já interpretou em sua carreira, qual é o seu maior orgulho?

 

Eu diria School of Rock, porque essa foi a primeira grande coisa que eu realmente fiz. Ou eu acho que iCarly porque nós fizemos isso por seis anos e eu cresci durante o show.

Fonte: On The Box
Tradução: Miranda Cosgrove Brasil